• Newsletter

  • Boletim informativo de LACNIC para a comunidade da Internet

sin categoria

Feed
Cambiar tamaño de fuente:

24/11/2017

Lacnic apresentou o Certi√6, um sistema que certifica o futuro da Internet

O Registro de Endereçamento da América Latina e o Caribe criou um protocolo que garante a compatibilidade dos aplicativos entre a tecnologia que está se esgotando (IPv4) e a Internet do Futuro (IPv6)

O Registro de Endereçamento da Internet para a América Latina e o Caribe, o Lacnic, desenvolveu um sistema de certificação para detectar se os aplicativos e sistemas informáticos que hoje funcionam na plataforma IPv4 podem suportar IPv6, a nova tecnologia da Internet.

É possível que o software atual de muitas organizações ou empresas não seja compatível com a nova tecnologia da Internet, o que impediria que continuassem oferecendo seus serviços ou produtos através da rede e, portanto, levaria à perda de seus usuários e clientes.

O Lacnic investiu em pesquisa e desenvolvimento com a finalidade de ajudar as empresas e organizações no processo de adequação de seus sistemas informáticos para a plataforma IPv6, e criou a metodologia Certi6 para que especialistas em avaliação de software e comunicações possam certificar que qualquer aplicativo opera com sucesso sobre a nova tecnologia da Internet.

Luisa Villa, responsável da área de clientes do Lacnic, afirmou a Lacnic News que a falta de compatibilidade dos aplicativos entre o IPv4 e o IPv6 pode afetar “a todos os usuários da Internet” pelo que foi desenvolvido um protocolo que procura ajudar a que a transição entre a tecnologia praticamente esgotada (IPv4) e a Internet do Futuro (IPv6) seja dada de uma forma simples e descomplicada.

O que é o Certi6, quem o desenvolveu e como funciona?

Assim como os telefones usam um sistema de números telefônicos para fazer chamadas, cada dispositivo conectado à Internet obtém um número exclusivo conhecido como “endereço IP”. Os endereços IP disponíveis na Internet que conhecemos (IPv4) estão praticamente esgotados pelo que provedores da Internet e provedores de conteúdo estão se mudando para uma nova tecnologia (IPv6), que lhes permite continuar crescendo e inovando, trazendo a Internet do futuro, hoje.

Os aplicativos que funcionam hoje em IPv4 poderiam não funcionar corretamente em IPv6. Existe a possibilidade de que os desenvolvimentos de software no mercado não sejam compatíveis com esta nova tecnologia e que as empresas que os usam não possam oferecer os seus serviços ou produtos a seus clientes através da Internet. Para resolver esse problema, o Lacnic desenvolveu um protocolo que ajuda os especialistas em avaliação de software e comunicações a certificar que um aplicativo de software opera adequadamente sobre a nova plataforma da Internet IPv6.

Como vai ser instrumentado o processo de certificação na América Latina e o Caribe?

O Lacnic vai acreditar às organizações interessadas em se tornar certificadoras, para que usem o protocolo desenvolvido pelo Lacnic e possam emitir certificados  de conformidade através da licença de uso de Certi6.

Se eu estiver interessado em certificar minha empresa ou seus produtos, o que devo fazer?

Se você estiver interessado em saber se o seu software é compatível com a tecnologia IPv6, deve entrar em contato com algum dos certificadores acreditados pelo Lacnic e certificar seu software. Uma vez em contato com o certificador, ele vai assessorar você sobre como realizar os testes de compatibilidade com a metodologia desenvolvida pelo Lacnic e que mudanças deve realizar para que seu software funcione corretamente tanto em IPv4 quanto em IPv6.

Se estiver interessado em se tornar um certificador acreditado pelo Lacnic e oferecer esse novo serviço de consultoria a seus clientes emitindo certificados de conformidade Certi6, deverá enviar os documentos que verifiquem os antecedentes da empresa, bem como as qualificações dos recursos humanos com conhecimentos em IPv6 e em avaliação de software (testes) para infoerti6.com.

Os recursos humanos designados pela empresa deverão ser aprovados no exame para demonstrar os seus conhecimentos bem como a compreensão da metodologia. Cumpridos esses quesitos, o Lacnic vai entregar a licença para dita empresa e a mesma poderá emitir os certificados de compatibilidade de software com IPv6 usando a metodologia desenhada pelo Lacnic.

Que importância tem este sistema de certificação e por que uma empresa ou organização deveria certificar seus produtos ou aplicativos?

A transição da plataforma IPv4 para IPv6 é inevitável, e essa transição será invisível para os internautas. A maioria dos clientes das empresas que oferecem serviços on-line não sabe se se conectam a Internet através de IPv4 ou IPv6, o que significa que as empresas também não sabem desde que protocolo da Internet os seus clientes tentarão utilizar seus serviços, portanto é importante garantir que o produto ou serviço oferecido funcione de forma satisfatória tanto em IPv4 quanto em IPv6. Por exemplo, um banco deve ter certezaabsoluta de que se um cliente quer fazer uma transferência bancária com conexão em IPv6 deve funcionar exatamente como funciona em IPv4.

O que pode acontecer se uma organização não tem certificado de compatibilidade de seus serviços ou aplicativos entre o IPv4 e o IPv6?

Existe o risco de que seus aplicativos não funcionem para todos seus clientes, e, portanto, os perca. É fundamental que uma empresa com serviços on-line tenha a certeza de que durante a transição da plataforma IPv4 para IPv6, seus aplicativos funcionam em ambas plataformas para poder continuar oferecendo seus serviços ou produtos a todos seus clientes.

Quem podem ser afetados por essa falta de compatibilidade dos aplicativos entre IPv4 e IPv6?

Potencialmente todos os usuários da Internet. Desde uma empresa que oferece serviços e não pode chegar a todos seus clientes, até o usuário que não pode usar os serviços que precisa. Imagine realizar as suas compras no supermercado on-line semanalmente e de repente você não pode processar os seus pedidos. Como esperado, os provedores da Internet começam a oferecer cada vez mais acesso à Internet sobre IPv6 e, devido a um problema de compatibilidade no software do supermercado você já não pode fazer mais as suas compras. Além disso, é possível que o supermercado não esteja ciente de seu problema como cliente. O mais provável é que você não seja o único cliente com esse problema e o resultado vai ser que, incapaz de processar mais os seus pedidos on-line, você procure outro lugar para fazer suas compras. Portanto, perdem as duas partes.  O Lacnic, através da criação desse protocolo, pretende ajudar a que a transição da tecnologia praticamente esgotada (IPv4)  para a Internet do futuro (IPv6) seja dada de uma forma simples e sem complicações para os usuários da Internet.