• Newsletter

  • Boletim informativo de LACNIC para a comunidade da Internet

Segurança cibernética

Feed
Cambiar tamaño de fuente:

30/04/2019

Por mais cópias de servidores raiz na região

Mais de 30 cópias dos servidores raiz do DNS foram instaladas na região através do projeto +RAIZES que LACNIC promove na América Latina e o Caribe. Este ano esse número aumentará de novo já que LACNIC fez uma nova chamada para organizações interessadas em instalar cópias dos servidores-raiz originais nos países da região.

Este projeto visa fortalecer a infraestrutura do DNS na região, disse Guillermo Cicileo, líder de Pesquisa e Desenvolvimento em Infraestrutura da Internet de LACNIC e responsável pelo programa +Raízes.

As mais de 30 cópias instaladas na região correspondem a acordos assinados por LACNIC com administradores dos servidores raiz F (Internet Systems Consortium), L (ICANN), I (Net Netnod) e K (RIPE NCC). Existem no mundo 13 organizações administradoras dos servidores originais, a partir dos quais as cópias são instaladas para melhorar o acesso e aumentar a robustez do serviço de nomes de domínio em todo o mundo.

“A zona raiz do DNS é um elemento fundamental do funcionamento da Internet. É a peça comum que permite a resolução de nomes em toda a árvore do sistema de nomes de domínio. Por causa disso, o acesso confiável e eficiente é uma peça-chave da experiência dos usuários da Internet”, comentou Cicileo.

As cópias instaladas na região da América Latina e o Caribe possibilitam maior resiliência de um dos recursos críticos da Internet como é o DNS. As cópias dos servidores melhoram a redundância e reduzem a criticidade dos recursos, permitindo uma melhor resposta perante potenciais ataques de DDoS ou quaisquer falhas na infraestrutura que deixem inoperantes os servidores raiz.

Além do acesso mais direto ao DNS, as cópias melhoram a conectividade dos usuários e provedores da Internet locais.

Chamada 2019. A chamada de LACNIC para interessados em instalar cópias estará aberta até o dia 31 de maio e será destinada a todas as organizações da Internet da região.

As despesas da hospedagem do servidor, bem como a despesas da largura de banda para o funcionamento da instância do servidor raiz são por conta de cada organização. Também tem que fornecer os endereços IPv4 e IPv6 para as interfases do servidor.

Os candidatos podem encontrar todos os detalhes na chamada de +RAIZES.

No ano passado, 31 organizações se apresentaram, sendo selecionadas a Rede Nacional de Pesquisas do Equador (CEDIA), a Associação de Redes de Interconexão Universitária da Argentina (ARIU) e o ISP Altarede Corporate do Brasil. Todas elas instalarão cópias do servidor raiz I, cujo original é gerenciado pela Netnod na Suécia. A partir dessa chamada, planeja-se selecionar pelo menos mais dois locais. A seleção dos locais foi feita de comum acordo entre Netnod e LACNIC levando em conta as características em termos de conectividade, interconexão com outros sistemas autônomos e benefício potencial para um maior número de usuários finais.