Pesquisa – Impacto do cibercrime na América Latina e o Caribe

28/02/2013

O cibercrime cresce na América Latina e no Caribe, com ameaças cada vez mais sofisticadas, consequências onerosas para as economias regionais e custos milionários para as instituições financeiras estimados em 93 milhões de dólares segundo o estudo “Panorama do Cibercrime na América Latina”.

Nesse contexto é que o Registro de Endereçamento da Internet para a América Latina e o Caribe (LACNIC) lançou a primeira pesquisa na região sobre cibercrime (www.proyectoamparo.net) para conhecer as fraquezas no uso das tecnologias regionais e a falta de consciência sobre as possíveis fraudes das que podem ser vítimas os usuários da Internet, entre outros. A pesquisa, de quinze perguntas, é anônima e não leva mais do que 15 minutos.

A pesquisa também procura conhecer se os usuários têm sido vítimas de roubo de identidade, protegem seus dispositivos com senhas e têm sido contatados por desconhecidos através das redes sociais, já que hoje é muito fácil de obter informações de usuários desprevenidos ​​em Facebook, Twitter, Linkedin, Orkut, MySpace, Instagram, entre outros.

Trata-se da primeira pesquisa deste tipo para a região que procura atualizar o trabalho “Panorama do Cibercrime na América Latina” realizado há um ano e meio por Patricia Prandini e Marcia Maggiore e financiado pelo projeto AMPARO, uma iniciativa do LACNIC. As autoras alertaram no estudo acerca da crescente importância do cibercrime na região e estimaram em cerca de 196 milhões de dólares por ano o montante das fraudes no comércio eletrônico na América Latina. Segundo o mesmo levantamento, as instituições financeiras da região perdem outros 93 mil bilhões de dólares por atividades de phishing de cibercriminosos.

Segundo a pesquisa realizada, o Brasil lidera o ranking de países latino-americanos com maiores ameaças cibernéticas (códigos maliciosos, spam, phishing, bots, network attacks). Seguem, em ordem de ameaças cibernéticas, o México, Argentina, Chile, Colômbia, Uruguai, Venezuela, Peru, República Dominicana y Panamá.

O relatório pode ser baixado aqui: http://www.proyectoamparo.net/files/LACNIC-PanoramCiberd-VsFinal-20110701.pdf

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail