Lançamento do projeto FORT: Segurança de roteamento para uma Internet livre e aberta

28/03/2019

O Registro de Endereçamento da Internet da América Latina e o Caribe (LACNIC) e NIC México lançam conjuntamente a iniciativa FORT, um projeto técnico para fortalecer a segurança de roteamento e proteger a liberdade na Internet na região da América Latina e o Caribe.

A iniciativa é desenvolvida com o apoio do fundo para o fortalecimento da infraestrutura crítica do Open Technology Fund, um empreendimento global que busca proteger a liberdade de expressão na Internet. O projeto visa tornar os sistemas de roteamento mais seguros e resilientes através da promoção da certificação de recursos usando RPKI mediante a implementação de um validador desenvolvido conjuntamente por LACNIC e o NIC México. Da mesma forma, a iniciativa pretende reduzir as vulnerabilidades do sistema de roteamento que hoje impactam sobre a segurança dos usuários e seu livre acesso às informações na Internet.

A primeira parte do projeto consistirá no desenvolvimento de um validador de RPKI, que ficará a cargo do NIC México e da área I+D de LACNIC, cuja equipe tem ampla experiência no trabalho com software sobre certificação de recursos. A segunda instância incluirá uma campanha de implementação para usar este software de validação de rotas em pelo menos quatro países ou sub-regiões. A criação de um novo validador de RPKI -hoje o mais utilizado mundialmente é o de RIPE NCC- permitirá que o sistema de validação RPKI seja mais robusto, contribuindo assim com a segurança do roteamento na Internet.

Finalmente, a terceira parte do projeto tentará estudar como a segurança de roteamento está vinculada à liberdade na Internet. Existem violações ao uso gratuito da Internet na região que se relacionam com fraquezas da infraestrutura da rede. Sob este componente, LACNIC e NIC México trabalharão na produção de uma ferramenta que documentará os incidentes de roteamento na região e procurará detectar quais deles constituem sequestros intencionais. A ferramenta será de acesso aberto e se espera que ajude a identificar tendências regionais nos sequestros de rotas.

Além disso, será gerado um relatório sobre como os incidentes de roteamento intencionais afetam a segurança dos usuários e a liberdade da Internet no contexto da América Latina e o Caribe. O relatório procurará apresentar casos específicos em que os sequestros intencionais tenham impactado na segurança, a privacidade e o livre acesso às informações na Internet no contexto regional.

O projeto será liderado por uma equipe internacional de profissionais da equipe de LACNIC e do NIC México, com o apoio de consultores da América do Sul e da Europa. Haverá uma página web na qual os progressos da iniciativa serão comunicados.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail