LACNIC

Segurança cibernética

Informação para as agências de segurança

30/07/2020

LACNIC inaugurou em sua web, uma seção dedicada ao compartilhamento de informação para as LEAs (Law Enforcement Agencies, por suas siglas em inglês) a fim de cooperar com as agências de segurança pública, diante do crescimento dos crimes cibernéticos e de outras infrações cometidas por atores maliciosos.

Há tempo que o LACNIC vem trabalhando de forma coordenada com as LEAs para abordar questões de segurança pública, cumprindo assim com a sua responsabilidade como ator crítico do ecossistema da Internet.

Esta iniciativa faz parte da visão conjunta do LACNIC com todos os RIRs e as LEAs sobre uma abordagem sistêmica dos problemas de cibersegurança da Internet.

 “Entendemos a complexidade dos crimes transnacionais, que consistem quase na totalidade dos crimes cibernéticos que observamos.  Por esse motivo, no CSIRT do LACNIC procuramos pontos de trabalho em comum, criando sinergias entre representantes dos atores do ecossistema de Internet e as equipes de segurança de governos e entidades da região dedicadas à cibersegurança”,

Mesmo assim, os especialistas acrescentaram que o LACNIC está atento para cooperar com as LEAs, em assuntos referentes a investigações e processos judiciais dentro de nossa autoridade como RIR.

Nesse sentido, o LACNIC organizou encontros com os funcionários e responsáveis das LEAs durante seus eventos anuais, com o intuito de melhorar os âmbitos de cooperação entre as autoridades, a comunidade de segurança informática e os atores da Internet.

Por sua vez, o LACNIC CSIRT , no seu papel de intermediário com estas agências de cumprimento à lei, ajudou a interpretar os dados públicos das organizações associadas ao LACNIC.

Ambos os colaboradores esclareceram que o LACNIC carece tanto de autoridade para atuar sobre operações dos sistemas de suas organizações membros, quanto de jurisdição para bloquear sites, inclusive quando estes envolvam recursos da Internet sob a administração de organizações associadas.

Visite a seção sobre as LEAS na web do LACNIC aqui.