• Newsletter

  • Boletim informativo de LACNIC para a comunidade da Internet

LACNIC

Feed
Cambiar tamaño de fuente:

30/10/2019

Fascículos para entender a Infraestrutura da Internet

É um documento que resume detalhadamente em 52 páginas tudo o que se deve saber sobre os endereços IP e os ASN, elaborado pelo NIC.br, traduzido e adaptado ao espanhol pelo LACNIC.

Este exaustivo trabalho foi compartilhado pelo LACNIC com a sua comunidade, especialmente com os provedores de Internet, uma vez que contém informação para este setor do ecossistema digital.

Antônio Moreiras, Gerente de Projetos e Desenvolvimento do NIC.br, e um dos autores do documento, salientou que o trabalho visa facilitar o acesso à informação sobre como obter endereços IP e bloques ASN, bem como constituir uma espécie de guia que responda às perguntas mais frequentes formuladas sobre os recursos numéricos da Internet. 

Por que foi feito este documento sobre endereços IP e ASN?

Em breve não será mais possível que um ISP obtenha uma alocação de um bloco de endereçamento IPv4 diretamente do LACNIC ou de um NIR, como NIC.br.

No Brasil possuímos apenas 7000 entidades com alocações de blocos ASN e IP, se comparado com um universo crescente de aproximadamente 12 mil a 14 mil ISPs. Provavelmente os endereços IPv4 existentes atualmente no LACNIC já não sejam suficientes para atender a todos.

Consideramos que é de grande importância que todos os eventuais usuários destes recursos numéricos estejam bem informados. Queremos reduzir as barreiras e facilitar o processo, a fim de que as organizações que possam se beneficiar mais da atribuição direta de endereços IPv4, como por exemplo os ISPs, possam obtê-los enquanto for possível.

Qual é a informação contida nos fascículos e quais critérios foram utilizados para sua seleção?

A publicação está organizada como uma F.A.Q.  e fornece informação sobre o papel dos recursos numéricos (IPv6, IPv4, ASN), de como são distribuídos e administrados  na Internet, bem como sobre o processo de elaboração de políticas para esta distribuição e sobre os requisitos, custos e passos necessários para conseguir uma alocação direta.  Selecionamos as perguntas que respondemos com maior frequência em conversas com profissionais de ISPs, particularmente ISPs menores que no Brasil chamamos de provedores regionais de Internet.

Foram incluídos também tópicos que consideramos necessários para que estes profissionais tenham uma compreensão mais abrangente acerca do processo de distribuição, administração e uso destes recursos numéricos na Internet.

Para quais organizações e para qual público está direcionada a publicação?

Focaliza-se nos ISPs, em particular naqueles que ainda não obtiveram alocações diretas dos recursos numéricos de um RIR (como o LACNIC) ou NIR (como o NIC.br).

No entanto, qualquer pessoa que trabalhe com redes e com Internet, ou que de alguma forma participa da governança da Internet, bem como os estudantes, podem aprender coisas muito úteis com esta publicação.

Quais os objetivos que esperam alcançar com a elaboração deste documento?

Queríamos aperfeiçoar a informação, tanto para os usuários atuais quanto para os eventuais usuários dos recursos numéricos administrados pelo LACNIC e pelo NIRs. Estamos em um momento crítico no qual percebemos que estamos atingindo um potencial crescimento, além do esgotamento dos endereços IPv4.

Acreditamos que com a propagação desta informação contribuímos para um melhor uso dos recursos numéricos em nossa região. 

Não deixe de ler o documento completo aqui.