As tendências de implementação do IPv6 em operadoras da região

26/01/2022

A implementação do IPv6 entre as operadoras de Internet na região tem sido díspar e com importantes diferenças em relação à infraestrutura, à atualização tecnológica e aos requerimentos de suporte de cada organização, conforme foi concluído no relatório “O comportamento das operadoras na implementação do IPv6 na América Latina e no Caribe” .

Este relatório faz parte de uma pesquisa maior sobre implementação do IPv6 na América Latina e no Caribe 2020-2021, criada e liderada pelo LACNIC e realizada pela consultora SMC+ Digital Public Affairs (EUA).

O capítulo sobre operadoras apresentou as principais tendências relacionadas com o IPv6, incluindo tanto as organizações que o implementaram quanto outras que não o fizeram.

A análise considerou duas variáveis: o potencial crescimento comercial com o IPv6 e a disponibilidade de endereços IPv4 de cada operadora. Foram explorados os incentivos e benefícios das operadoras que optaram pela implementação, assim como suas opiniões sobre o processo junto aos obstáculos e fatores habilitantes encontrados. 

O trabalho incluiu 25 entrevistas com os maiores provedores de serviços de Internet – ISP – (categoria L ou maiores).

No documento completo estão os motivos tecnológicos e econômicos pelos quais as operadoras da América Latina e do Caribe optaram por implementar o IPv6.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail