• Newsletter

  • Boletim informativo de LACNIC para a comunidade da Internet

IPv6

Feed
Cambiar tamaño de fuente:

29/06/2017

Univates do Brasil ganhou o primeiro Desafio IPv6 do ano.

Uma equipe do centro universitário Univates do Brasil ficou com a primeira edição do Desafio IPv6, que foi ideado por LACNIC para fomentar e promover o uso desse protocolo na região.

Desafio IPv6 tratou-se de um concurso promovido pelo Chair do Fórum da América Latina do IPv6, Azael Fernández, com o apoio da área de I+D de LACNIC, em que a comunidade em geral foi convidada para implementar o IPv6 nas suas redes e documentar depois os trabalhos realizados com esse protocolo da Internet (www.youtube.com/watch?v=UfMHuDlI760).

Inicialmente, 19 organizações da região demonstraram interesse em participar do Desafio IPv6, mas no final, apenas quatro apresentaram suas pesquisas finais no evento de LACNIC em Foz do Iguaçu, em que um júri escolheu os vencedores.

Alejandro Acosta, engenheiro da área I+D de LACNIC, disse que foi uma ideia muito bem-sucedida. “O objetivo principal foi cumprido: incentivar a implementação do IPv6 na região. Somos cientes de que muitas pessoas e organizações implementaram o IPv6 nos servidores web, servidores de correio, servidores técnicos, etc. Quem sabe houvéssemos preferido uma implementação mais geral como uma rede LAN ou uma rede WiFi, mas com certeza esse será o próximo passo dos muitos que mostraram interesse nesta primeira edição do Desafio IPv6”, afirmou Alejandro.

A chamada para participar do Desafio IPv6 foi feita através de uma lista de correio, no portal IPv6 e nas redes sociais.

Quatro organizações apresentaram seus trabalhos na etapa final do desafio, resultando vencedores os representantes de Univates (Brasil) Tiago Giovanaz da Silva e William Magerl. Em segundo lugar ficaram os representantes da Universidade Pontifícia Bolivariana (Colômbia) Seccional Montería e Edwin Vladimir Gomez Atuesta.

“Todas as propostas eram muito atraentes. O júri votou pelo trabalho mais avançado”, acrescentou Acosta. A partir dessa experiência, está pensada a repetição do desafio nas próximas edições dos eventos de LACNIC.

Palavras dos vencedores. A equipe brasileira vencedora do desafio, integrada pelo coordenador de redes e servidores de Univates, Tiago Giovanaz da Silva, e o analista de redes William Magerl, comentaram a experiência que significou para eles participar desse desafio de LACNIC. “Levando em conta as características da rede acadêmica, que deve priorizar a pesquisa, os testes, a busca do conhecimento e a inovação, o IPv6 passou a fazer parte das atividades da equipe de Tecnologias da Informação (TI) e dos membros da academia”, afirmaram os dois vencedores. Durante quatro anos, integrantes da equipe de Univates avançaram no uso do IPv6 e participaram de capacitações para conhecer o novo protocolo. “No Desafio IPv6, nosso trabalho apresentou a evolução, o estado atual, os desafios e os resultados obtidos no uso do protocolo IPv6 na rede de Univates”, comentaram os integrantes de Univates.