• Newsletter

  • Boletim informativo de LACNIC para a comunidade da Internet

IPv6

Feed
Cambiar tamaño de fuente:

28/03/2019

Colômbia coloca o foco na implementação do IPv6

A Colômbia tem levado a sério o assunto do esgotamento dos endereços IPv4 e a implementação do IPv6 na região. O governo desse país está promovendo um plano nacional para que todas as entidades públicas ajustem suas infraestruturas de Tecnologias da Informação ao IPv6.

O Ministério das Tecnologias da Informação e das Comunicações (MinTIC) da Colômbia trabalhou em estreita colaboração com as diferentes áreas de LACNIC para a implementação do IPv6, participando de capacitações e promovendo o desenvolvimento de conhecimentos sobre a importância deste protocolo.

Hoje, a Colômbia tem menos de 1% do tráfego da Internet no IP versão 6, mas tem mostrado um crescimento sustentado por 18 meses.

O diretor do governo digital do MinTIC, Carlos Rozo, alertou que se o próximo passo – a implementação do IPv6 – não for dado, as entidades do Estado poderiam ficar com uma Internet muito fraca.

O MinTIC foi destacado por LACNIC pela sua rápida implementação do protocolo IPv6. De fato, sua experiência de liderança na Colômbia foi compartilhada no painel “Casos de sucesso na implementação do IPv6”.

Conforme foi resolvido pelo governo colombiano, o prazo máximo para que todas as entidades públicas da Colômbia estejam usando o IPv6 é o dia 31 de dezembro deste ano.

A medida faz parte de um plano detalhado aprovado em outubro de 2017, em que foram definidos os prazos para a implementação do IPv6.  

O MinTIC da Colômbia redigiu uma série de documentos úteis para contextualizar e ampliar os conhecimentos sobre o protocolo IPv6, entre os quais são destaque o Guia de Transição do IPv4 para o IPv6 para a Colômbia e o Guia de Garantia do Protocolo IPv6.