O LACNIC abre chamada para a segunda edição do Líderes 2.0

29/07/2021

O Programa Líderes 2.0 do LACNIC abre a chamada para a segunda edição de sua iniciativa de financiamento e tutoria de projetos de pesquisa em questões de Governança da Internet na América Latina e o Caribe.

Após o sucesso da primeira edição em 2020, em que 16 projetos de diferentes países da região foram selecionados, o Líderes 2.0 amplia de três para cinco as categorias para sua chamada deste ano: A Internet e a pandemia: o impacto sobre os direitos humanos; Inclusão digital; Segurança e confiança; Internet e produtividade; e o fortalecimento e expansão das NRI (iniciativas nacionais, regionais e de jovens sobre a governança da Internet).

“A primeira edição do Líderes 2.0 atendeu às necessidades da comunidade neste período de pandemia. Com esta edição queremos manter a experiência de trabalhar com questões da governança, apesar das dificuldades que as comunidades estão passando hoje”, disse Kevón Swift, líder de Relações Estratégicas e Integração do LACNIC.

Por sua vez, Paula Oteguy, oficial das Relações Estratégicas, exprimiu que outro dos objetivos da chamada 2021 “é continuar fortalecendo o trabalho em termos de fornecer um repositório de informações relevantes sobre questões da governança da Internet desde e para a região”.

As duas novas categorias adicionadas neste ano (Internet e produtividade e Fortalecimento e expansão das NRI) visam aproximar projetos que abordem a questão do teletrabalho na região, o grau de evolução das NRI e como a pandemia impactou nelas.

Os trabalhos selecionados terão acesso a um financiamento de até USS 1500, o apoio de um mentor com conhecimento em questões globais de governança da Internet e um prazo de três meses para a realização de seu projeto de pesquisa. Os resultados poderão ser apresentados em diferentes formatos (podcast, vídeos, animações, brochuras digitais).

A chamada é aberta para coordenadores de iniciativas nacionais ou regionais, estudantes universitários, formuladores de políticas, pesquisadores independentes ou técnicos que estiveram envolvidos na governança da Internet em suas comunidades ou que possam demonstrar uma grande capacidade para realizar uma pesquisa de qualidade.

A chamada estará aberta até o dia 20 de agosto e os interessados ​​em participar deverão preencher um formulário com as características principais de seu projeto. Os melhores 16 trabalhos serão anunciados em 6 de setembro.

Por mais informações sobre a chamada, acesse aqui.