A Comissão do LACNIC que garante a transparência dos processos eleitorais

28/01/2021

Neste ano de pandemia, a Comissão Eleitoral do LACNIC enfrentou um duplo desafio. Reunir-se periodicamente à distância a pesar dos três fusos horários de seus cinco membros, e por sua vez supervisionar seis processos eleitorais dos associados e da comunidade do LACNIC.

O aumento da carga de trabalho não foi um obstáculo para que Marcelo Corradini (Brasil), Carolina Cofré Fernández (Chile), Horacio Tedesco (Argentina), Nancy Julia Cordova Gamarra (Peru) e Vivian Valverde (Costa Rica) desenvolveram com sucesso o intenso trabalho da Comissão Eleitoral, responsável pelo acompanhamento e fiscalização dos processos eleitorais.

 LACNIC Member conversou com os membros da Comissão para nos contar mais detalhes do trabalho realizado neste ano tão particular.

Quais os principais desafios enfrentados pela comissão eleitoral do LACNIC neste ano? 

Neste ano, como resultado da pandemia, não pudemos reunir-nos pessoalmente como em 2019. O encontro pessoal nos proporcionou múltiplos benefícios, como compartilhar experiências, ajustar e coordenar métodos de trabalho e pontos de vista com a equipe do LACNIC. Neste tempo de pandemia, um dos desafios foi coordenar e reunir-nos remotamente, uma vez que o teletrabalho aumentou significativamente no mundo todo e as horas de trabalho aumentaram para além do horário normal.

Por ser 2020 o primeiro ano em que tiveram de auditar os processos da comunidade: quais desafios encontraram?

Conhecer as novas modalidades para as eleições da ASO e RC foi, sem dúvida, um dos desafios que encontramos. No entanto, não tivemos problemas durante o processo de eleições de moderador, que foi o primeiro que fizemos. Foram cumpridos os regulamentos indicados pela Diretoria e aplicado o mesmo procedimento das eleições estatutárias. Obtivemos assim um resultado muito eficaz, uma vez que permitiu a sua auditoria no sentido de que os requisitos dos candidatos sejam cumpridos, observando as recomendações da Diretoria quanto à propaganda eleitoral e mensagens de massa, verificando que não existam incompatibilidades nos candidatos.

Como foi o trabalho da comissão em tempos de pandemia?

Como resultado da pandemia, tivemos que coordenar reuniões adicionais com a equipe, com as dificuldades e desafios já mencionados acima, para esclarecer dúvidas sobre as eleições da comunidade, que poderia ter sido resolvido com reuniões presenciais com a equipe.

Qual a relevância da Comissão Eleitoral do LACNIC para os associados e a comunidade em geral? Quais são as perspectivas de trabalho para 2021?

  • Pelas atribuições que possui, a Comissão Eleitoral é altamente relevante para os associados e para a comunidade, uma vez que fiscaliza e garante a transparência do processo eleitoral, monitorando e certificando o cumprimento das condições e regulamentos ao longo do processo. Além disso, organiza o escrutínio e dá os resultados. Pode atuar perante uma denúncia, podendo convocar assembleia extraordinária em caso de irregularidades graves, podendo apurar e resolver alegadas irregularidades dos membros da Diretoria e da Comissão Fiscal.
  • Dar continuidade às atividades que já temos designadas e colaborar no que for possível para ajustar e melhorar os procedimentos, coordenando e alinhando os esforços conjuntamente com a equipe do LACNIC em futuras reuniões presenciais.