• Newsletter

  • Boletim informativo de LACNIC para a comunidade da Internet

Gobernança da Internet

Feed
Cambiar tamaño de fuente:

09/07/2013

Governança e recursos críticos da Internet: Peru lidera implementação do IPv6 na América Latina

O Peru é o país da região que lidera a implementação do novo protocolo da Internet (IPv6) graças ao compromisso de seus operadores. Cerca de 200.000 usuários de banda larga fixa desse país têm acesso já com normalidade através do novo IP aos conteúdos de importantes portais como Google, YouTube, Facebook, Yahoo e Wikipédia, mantendo ao mesmo tempo seu endereço IPv4 convencional para os serviços não adaptados à nova Internet.

Esta liderança do Peru responde à decisão estratégica da empresa Telefónica de impulsionar no país uma ativação massiva de seus clientes com o novo protocolo IPv6. A experiência no Peru vai servir para a Telefónica, segundo anunciado pela companhia, como referência para posteriores implementações em outros países e mercados mundiais.

Segundo dados da Telefónica, cerca de 2% dos acessos desde o Peru aos serviços de Google são realizados exclusivamente sobre o IPv6, superando amplamente  o limite de 1% estabelecido pela Internet Society durante o Dia Mundial do IPv6. Com esses números, a Telefónica Peru fica posicionada como a décima primeira rede em termos de tráfego IPv6 contribuído aos principais sites da Internet, de acordo com a página de acompanhamento do Dia Mundial da implantação do IPv6.

Os 200.000 usuários peruanos de banda larga com IPv6 constituem a primeira etapa do projeto da Telefónica para clientes residenciais de Internet fixo, processo em que a empresa continua trabalhando para introduzir seus clientes nesta nova era da Internet. Dentro de seus planos, a Telefónica prevê a ativação dos serviços IPv6 nativos para usuários de banda larga móvel e empresas.

Além de adquirir os conhecimentos e experiência para levar o IPv6 a usuários em outros países, este período no Peru é relevante uma vez que as redes da Telefónica do Peru e a Telefónica Wholesale (TIWS) têm começado a gerenciar na prática uma quantidade interessante de tráfego IPv6 de usuários reais, o que levará à melhoria das operações no novo protocolo, disse Carlos Ralli da Telefónica I + D e um dos principais impulsionadores do IPv6 no Peru.

Telefónica trabalha na transição para o IPv6 desde 1999, quando aconteceu a primeira experiência em redes e serviços IPv6, no marco de um projeto de pesquisa internacional. Em 2012, a Telefónica aderiu à iniciativa global World IPv6 Launch Day. Nela os principais portais se comprometeram a oferecer seus conteúdos em IPv6 e uma série de operadoras acordaram iniciar as implementações para usuários finais.