Primeiro On the Move 2018 no Paraguai

28/06/2018

O Paraguai recebeu a primeira edição de LACNIC On the Move 2018 como um evento histórico em que participaram quase 80 profissionais de tecnologias da informação de empresas públicas e privadas, do setor governamental e das universidades locais.

Durante três dias, LACNIC, em parceria com o Centro Nacional de Computação CNC, a Companhia Paraguaia das Comunicações COPACO, NIC.py, IX.py e Teisa, desenvolveu oficinas de treinamento e palestras técnicas sobre a implementação do IPv6, BGP, Internet das Coisas, bem como os principais aspectos que são discutidos atualmente em segurança e estabilidade da rede.

Para o Paraguai, foi “um evento histórico”, disse o reitor da Universidade Nacional do Paraguai, Héctor Rojas.

Graciela Martínez, responsável pelo WARP e uma das profissionais de LACNIC que participou do treinamento de seus colegas paraguaios, apontou que encontrou grande receptividade entre os participantes, principalmente com grande avidez por adquirir conhecimento para a implementação do IPv6.

Salientou a diversidade de setores representados nas oficinas realizadas no evento, e a sinergia entre eles nas diferentes questões relacionadas à Internet. “Encontramos profissionais altamente participativos, muito dispostos e preocupados em avançar com a implementação do IPv6”, acrescentou Martínez.

Tanto nas oficinas quanto nos espaços de troca de ideias e projetos, a Conatel (reguladora das telecomunicações do Paraguai) e a Teisa (prestadora de serviços) se mostraram abertas para colaborar com todos os atores e realizar a implementação do IPv6 no Paraguai.

Sergio Rojas, especialista em Serviços de Registro de LACNIC, apresentou os programas de LACNIC para treinamento e financiamento de projetos, bem como os mecanismos para o desenvolvimento de políticas e o status atual do IPv4. Guillermo Cicileo, responsável pelo Programa de Segurança e Estabilidade da Internet de LACNIC, foi responsável pela capacitação e oficina sobre o IPv6 e o desenvolvimento e melhores práticas sobre os IXP; enquanto isso, Martínez liderou a oficina sobre gerenciamento de incidentes de segurança de computadores e apresentou as estatísticas sobre os tipos de ataque que a região sofre.

Ao mesmo tempo, o desenvolvimento da Internet das Coisas e da inclusão digital ficou por conta de Mariel Aranda e Ricardo Aveiro, do Capítulo Paraguai da Internet Society (ISOC).

A SENATIC apresentou o plano nacional de segurança cibernética do Paraguai, que trabalhou em cinco eixos principais, muito alinhados com as questões levantadas pelo WARP de LACNIC.

“Eu vi o Paraguai muito arraigado em seu plano nacional de segurança cibernética. Eles estão preocupados com a proteção de infraestruturas críticas, promover a grade acadêmica sobre questões de segurança. A CSIRT nacional já vem trabalhando há alguns anos, muito preocupados com o cidadão”, afirmou Martinez.

Assista os vídeos das apresentações feitas durante o evento aqui.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail