LACNIC

Eventos

O Tutorial do IPv6 do LACNIC 33 convocou quase a 500 pessoas da comunidade

05/05/2020

Com mais 1.380 inscritos de 26 países da região, começou o LACNIC 33, o primeiro evento online do Registro Regional de Internet (RIR) da América Latina e do Caribe.

O encontro, que será realizado durante toda a semana através da plataforma Zoom, mantém nesta nova modalidade o espírito que sempre caracterizou as reuniões anuais do LACNIC, desde seu primeiro grande evento no ano 2003.  

“Gostaríamos que este evento fosse como estava previsto (em Cali), esperamos que todos estejam passando por esta situação de emergência sanitária mundial da melhor forma possível. É uma honra para o LACNIC contar com a sua participação durante esta semana”, comentou Macarena Segal, mestre de cerimônia do evento,

Endereços IPv6. A agenda da segunda-feira incluiu um amplo e intenso tutorial sobre “Operações de redes IPv6” (em espanhol) ministrado por Alejandro Acosta, Uesley Correa e Jorge Cano.

Durante a apresentação os três instrutores compartilharam informação teórica e prática sobre o desenvolvimento do IPv6 na região, a operação de redes em IPv6 e os mecanismos de transição do IPv4 para o IPv6.

Acosta, coordenador do tutorial, salientou que é imprescindível aumentar o uso das alocações de IPv6 feitas pelo LACNIC para seus associados. Comentou como “boa notícia” o fato de que a penetração do IPv6 na América Latina tenha alcançado 22,97% no mês de abril. Inclusive, animou os operadores e associados do LACNIC a implementarem IPv6 sem medo. “Há mais endereços IPv6 do que as estrelas que acreditamos que existem no universo”, afirmou Acosta. Por outro lado, Correia assegurou que se os operadores da região que ainda não implementaram IPv6 começarem agora a trilhar o caminho para esse protocolo, terão tempo para fazer um bom trabalho.

Finalmente, Cano destacou os mecanismos de transição, especialmente a ferramenta Joló, que se tornou uma grande facilitadora da transição entre IPv4 e IPv6.  Este inovador desenvolvimento tecnológico, planejado pelo NIC México e o TEC de Monterrey, permite a comunicação entre nós que estão em IPv4 e nós que estão em IPv6, sem interromper o serviço de acesso à Internet dos usuários.

A audiência, que contou com 493 participantes únicos, fez muitas perguntas aos instrutores, gerando uma enriquecedora troca de conhecimentos.

Stand Virtual.  Da mesma forma que nos eventos presenciais, o staff do LACNIC está à disposição dos participantes com um stand virtual, no qual podem realizar-se consultas. Os interessados em receber informação devem reservar hora para a reunião online aqui. As consultas, entre outros temas, podem ser sobre solicitação de recursos, transferências, serviços aos associados, API Mi LACNIC, IPv6, RPKI, o programa FRIDA, o desenvolvimento do IRR do LACNIC, +RAIZES ou os treinamentos do Campus.

Para mais informação acesse: https://www.lacnic.net/lacnic33

Lembre-se que para participar das sessões, você deve estar cadastrado.