LACNIC e uma década chave: de 8% a 40% de penetração da Internet na região

04/10/2012


Dez anos de vida de uma organização podem parecer pouco tempo. Mas na Internet, uma década de trabalho é sinônimo de grandes mudanças. Assim ficou confirmado pelas estatísticas poucos dias antes de cumprir-se o décimo aniversário do registro regional da Internet, o LACNIC, a organização responsável pelos endereços IP da América Latina e o Caribe.

Quando o LACNIC nasceu, em 31 de outubro de 2002, 8% dos latino-americanos tinham conexão à Internet, hoje a penetração na região atinge 40% e espera-se alcançar 60% de latino-americanos e caribenhos conectados nos próximos três anos.

Nesses dez anos, o LACNIC passou de estar integrado por apenas seis organizações e empresas da Internet da região a mais de 2500 membros de todos os países da América Latina e o Caribe. Com cada uma dessas organizações têm sido fixadas as bases para um desenvolvimento sustentável da Internet, com aprendizagens mútuas e respeitando as particularidades da região.

Nesse tempo, mais de 1000 pesquisadores da América Latina e o Caribe têm recebido ajuda financeira do LACNIC por mais de um milhão e meio de dólares para implementar projetos relacionados com o desenvolvimento da Internet e com a inclusão digital das populações mais carentes do continente.

Além disso, o LACNIC tem capacitado mais de 7000 técnicos para enfrentar os desafios de segurança da Internet na região e a implementação de tecnologias e protocolos para o desenvolvimento da web.

Com esses números, a reunião número 18 do LACNIC, de 28 de outubro a 1 de novembro próximos, vai ser uma oportunidade de primeiro nível para comemorar os dez anos do registro regional da Internet, com a participação de destacados palestrantes, uma homenagem para quem sonharam e deram forma a esse projeto, e um encontro da comunidade para refletir acerca do futuro (www2.lacnic.net/pt/eventos/lacnicxviii/index.html).

Montevidéu nessa semana vai se tornar a capital mundial da Internet pelo nível dos expositores e os assuntos a serem abordados: novas tecnologias, banda larga, desafios da segurança informática, fortalecimento da interconexão regional e governança da Internet.

Steve Crocker (Chair da Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), Lynn St. Amour (presidente da Internet Society), Marcos  Galperín (CEO do MercadoLivre), Patrik Fältstrom (chair do Security and Stability Advisory Committe of ICANN),  Caio Bonilha (Presidente da Telebrás) entre outras destacadas personalidades do mundo da Internet já têm confirmado sua presença em Montevidéu.

A ocasião será propícia para distinguir os dez líderes regionais mais destacados que têm contribuído com o desenvolvimento permanente da Internet e da Sociedade da Informação na América Latina e o Caribe.

Em outubro, a Internet faz escala em Montevidéu em um encontro imperdível para todos aqueles que estão ligados ao seu desenvolvimento.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail