LACNIC 27 com debates chave sobre o futuro da Internet e a implementação do IPv6 na região

27/04/2017

Mais de 80% dos operadores de rede da região já tem espaço IPv6, e a metade deles já estão em condições de circular tráfego nesse protocolo.

LACNIC realiza a sua reunião número 27 e entre as questões que serão apresentadas nos debates estão: os casos de sucesso de implementação IPv6 na região, a etapa final do esgotamento dos endereços IPv4, o avanço dos pontos de interconexão de tráfego na América Latina e o Caribe, as ameaças mais latentes à segurança cibernética. Esta reunião vai acontecer em Foz do Iguaçu de 22 a 26 de maio próximo.

Com mais de 700 participantes confirmados de mais de 30 países da América Latina e o Caribe, o encontro LACNIC 27 também vai abordar as tendências tecnológicas emergentes e seu impacto no desenvolvimento futuro da Internet para os próximos 10 anos e a participação das mulheres na área das Tecnologias da Informação com um painel dedicado a este tema.

Um dos aspectos fundamentais da reunião de Foz será acelerar a implementação do IPv6 após o esgotamento do protocolo IPv4 no momento em que a região atingiu uma penetração da Internet da Internet de 59,6%. Segundo os últimos números disponíveis em 31 de março deste ano a comunidade da Internet na América Latina e o Caribe chegou aos 385 milhões de usuários, incorporando 40 novos milhões no último ano, segundo o Internet World Stats (http://www.internetworldstats.com/).

O protocolo IPv6 é chave não apenas para impulsionar o desenvolvimento da Internet das Coisas na região, mas também porque constitui uma ferramenta vital para conectar 40% dos latino-americanos que ainda não tem Internet, já que são 255 milhões de usuários e apenas restam 4 milhões de endereços IPv4, pelo que o IPv6 torna-se fundamental para todos os projetos de acesso a essas comunidades.

Portanto, como é de se esperar, em Foz grande parte das análises e debates estarão focados na implementação do IPv6. Haverá um painel com casos de sucesso na implementação do IPv6 na região (exemplos da Argentina, Brasil e Uruguai), será desenvolvido o Desafio IPv6 para distinguir projetos que promoveram a implementação deste protocolo, bem como será entregue o prêmio Jim Bound Award às instituições ou empresas da região de LACNIC que atingiram certas percentagens de tráfego IPv6.

Segundo pesquisas realizadas por LACNIC, pelo menos nove países da região já apresentam tráfego maior a 1% no IPv6: Guatemala, Argentina, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Bolívia, Brasil, Equador e Peru.

Mulheres e o futuro. Em LACNIC 27 haverá um painel que irá abordar principalmente o papel das mulheres nas organizações da Internet da América Latina e o Caribe, enquanto especialistas internacionais vão falar sobre “A Internet do futuro”, para tentar visualizar o impacto da Rede nos seus próximos 10 anos.

O encontro de Foz vai contar com a primeira participação em um evento de LACNIC do novo CEO da ICANN, Göran Marby.

Assim mesmo, LACNIC, LACNOG e M3AAWG vão apresentar oficialmente o primeiro grupo regional anti-abuso, serão discutidas cinco propostas de mudanças de políticas no Fórum de Políticas e tomará posse a nova co-moderadora do Fórum, Paola Pérez da Venezuela, a primeira mulher a ocupar esse lugar.

Podem consultar a agenda completa acessando http://www.lacnic.net/pt/web/eventos/lacnic27

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail