Instituto de Matemática do Brasil vence Desafio IPv6

07/05/2020

O Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) venceu a sétima edição do Desafio IPv6, organizado pelo LACNIC, conforme anunciaram seus organizadores durante o LACNIC 33.

O trabalho apresentado por Felipe Correia e Rosa Ladeira sobre a implementação do IPv6 na rede do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) – um dos institutos de pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil – foi eleito pelo júri como vencedor em um processo muito acirrado por conta da qualidade dos projetos apresentados nesta edição do Desafio IPv6.

O segundo lugar foi para o projeto de Luis Javier Barrera e Javier Soto sobre implementação do IPv6 na Unidade Nacional para a Gestão do Risco de Desastres da Presidência da República da Colômbia.

LACNIC destacou especialmente nesta ocasião o trabalho do Comitê de Seleção – integrado por Azael Fernández, Jorge Villa, Nicolas Antoniello e Alejandro Acosta- para determinar o vencedor. “Foi mais complicado escolher o vencedor pelo valor dos projetos apresentados”, afirmou Alejandro Acosta, integrante do júri do Desafio IPv6 e coordenador da área I+D de LACNIC.

Para esta edição tinham sido apresentadas, inicialmente, cerca de 40 iniciativas, embora algumas delas tenham desistido por causa dos cortes das organizações devido à epidemia do Covid 19.

Entretanto, muitos dos projetos foram tocados para frente e os “dois finalistas continham uma explicação detalhada do trabalho feito, abrangendo um planejamento de endereçamento, testes, configurações, monitoramento, segurança e topologia parcial da rede, entre outros aspectos. Muito conteúdo em gráficos, tabelas e imagens”, acrescentou Acosta.

Desde a sua primeira edição em 2017, O Desafio IPv6 permitiu a muitas organizações da região organizarem sua implementação de serviços com IPv6 e aumentarem substancialmente os serviços com este protocolo a partir do desfio de participar nas edições sucessivas.

FRIDA e +Raízes. Carolina Caeiro, coordenadora de Projetos de Desenvolvimento do LACNIC, informou no LACNIC33 que a partir deste ano o programa FRIDA vai financiar projetos com foco técnico em duas de suas três categorias: Estabilidade e Segurança da Internet e Acesso à Internet. A executiva relembrou que o processo de candidatura estará aberto até o dia 22 de maio e serão outorgados três prêmios de US$ 10.000 mais uma bolsa completa para o LACNIC 34 e aproximadamente umas oitos subvenções por montantes dentre US$ 10.000 e US$ 40.000 para concluir projetos de até 12 meses de execução. Apontou que podem candidatar-se operadoras, universidades e entidades governamentais da América Latina e do Caribe. Inclui IXPs, NOGs, redes universitárias, redes profissionais, entre outros. Por mais detalhes e candidaturas acesse: https://programafrida.net/

Por sua vez, Guillermo Cicileo, Líder de Pesquisa e Desenvolvimento da Infraestrutura da Internet do LACNIC, anunciou que até o dia 17 de maio há prazo para candidatar-se à convocatória do programa + RAIZES para a instalação de cópias anycast dos servidores raiz nos países da região (root servers de DNS).  Acrescentou que o LACNIC coordena com as instituições o host e os fornecedores dos root servers (letras F, I, J, K, L). Por mais informação consulte aqui.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail