Uma forma diferente de ver e estudar

30/08/2017

Mais de 500 livros do ensino fundamental e médio do Uruguai já foram digitalizados e estão disponíveis na Internet para que as pessoas com deficiência visual possam continuar seus estudos e permanecer no sistema de educação formal. A iniciativa faz parte da primeira Biblioteca Digital Acessível no âmbito do Tratado de Marrakesh, uma iniciativa da União Nacional de Cegos do Uruguai (UNCU) e da Universidade da República do Uruguai, que recebeu financiamento do projeto FRIDA com o apoio do IDRC do Canadá.

A biblioteca criou este sistema digitalizado de livros on-line disponível para todas as pessoas com deficiência visual para promover sua reinserção e permanência no sistema educacional formal, garantindo assim a igualdade de oportunidades, informou a LACNIC News, Gabriel Soto, presidente da UNCU e líder do projeto.

No ensino médio uruguaio, a taxa média de abandono escolar da população com deficiência visual ultrapassa os 78%, e apenas 20% finaliza o ensino médio completo, enquanto apenas 12% ingressa no ensino superior e/ou universitário.

Um dos motivos principais de deserção é a pouca disponibilidade de material de estudo em Braille, áudio ou suporte eletrônico com a que contam os estudantes com deficiência visual.

Soto reconheceu que o apoio de FRIDA permitiu fazer desse sonho, uma realidade.

Como definiria à Biblioteca Digital Acessível do Uruguai e como surgiu a iniciativa?

A Biblioteca nasce de uma aliança entre a União Nacional de Cegos do Uruguai (UNCU) e a Universidade da República (UDELAR), através do Núcleo de Recursos Educacionais Abertos e Acessíveis (Núcleo REAA), com o objetivo de desenvolver a primeira Biblioteca Digital Acessível no âmbito do Tratado de Marrakesh. Esta aliança procura favorecer o acesso em formatos acessíveis aos textos de estudo para as pessoas com deficiência visual.

A biblioteca foi trabalhada através de um sistema de digitalização de livros, adaptação e disponibilização on-line, através de um repositório de livros e outros materiais em formatos acessíveis e está integrada no Repositório Institucional COLIBRI da Universidade da República do Uruguai.

Como funciona BIDYA?

BIDYA é uma Biblioteca Digital acessível para pessoas com deficiência através de um usuário e senha que serão fornecidos por nós a todos os interessados, protegidos pelo Tratado de Marrakesh. Ali, poderão ser achados todos os materiais educacionais classificados por categorias juntamente com todos os seus dados correspondentes.

Que ferramentas serão oferecidas por BIDYA para as pessoas com deficiência visual?
A biblioteca oferecerá textos educacionais de nível fundamental, médio e terciário em formatos acessíveis para que as pessoas possam usá-los no formato que considerem necessário: podem usar o formato digital ou adaptá-lo ao Braille, áudio ou com letras de maior tamanho.

Quem pode ter acesso à Biblioteca?

A Biblioteca poderá ser acessada por todas as pessoas com deficiência e dificuldade para usar o texto impresso, como estabelecido no Tratado de Marrakesh. A biblioteca é gratuita.

Que impacto pode ter o projeto entre as pessoas com deficiência visual que estudam?

O impacto pode ser muito importante porque a ideia é que os jovens com deficiência visual que estão no sistema educacional possam ter seus textos de estudo ao mesmo tempo em que seus pares e assim poder estudar as matérias curriculares com as dificuldades próprias do que implica a educação, e que o fato de não ter material de estudo disponível não seja a barreira para sua continuidade educacional.

Qual foi a sua experiência com FRIDA?

O trabalho com FRIDA foi excelente porque, além do apoio financeiro que eles nos deram para poder realizar esse sonho da Biblioteca Digital Acessível, o relacionamento humano e as orientações para poder realizar este projeto nos proporcionaram a possibilidade de aprofundar em uma área Educacional que não havíamos conseguido levar adiante devido à falta de apoios que nos permitiram aterrar e materializar essa ideia que há anos tínhamos, mas que não podíamos materializar.

Recomendamos trabalhar com FRIDA já que abre novos horizontes para aprofundar em projetos que de outra maneira seriam impossíveis de consolidar.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail