Conectados em crescimento

04/10/2012

Chile lidera em penetração de usuários na Internet com 53.9% de cada 100 habitantes da América Latina e o Caribe, seguido pelo Uruguai com 51.4%, Argentina com 47.7%, Brasil com 45%, Panamá com 42.7%, Costa Rica com 42.1%, Colômbia com 40.4%, e Venezuela com 40.2%, segundo a pesquisa “State of Broadband 2012” realizada pelas Nações Unidas.

Por baixo ficaram o Paraguai com 23.9%, Cuba com 23.2%, El Salvador com 17.7%, Honduras com 15.9%, Guatemala com 11.7% e Nicarágua com 10.6%.

Quanto à percentagem de pessoas que possuem conexão de banda larga à Internet, a América Latina e o Caribe apresentaram 34% de pessoas conectadas, apenas superando em 32.4% a média mundial, com perspectivas claras de crescimento, levando em conta o desenvolvimento da Internet acontecido na região.

Com relação às conexões de banda larga nas residências, segundo as Nações Unidas, Uruguai ocupou o primeiro lugar com 39.4%, seguido pelo Chile com 38.8% e a Argentina com 38%.

No que diz respeito a outros resultados relevantes, o Brasil foi quem teve mais conexões móveis de banda larga com 20.9 assinantes por cada 100 habitantes, por trás esteve o Chile com 17.1 e Argentina com 11.7.

Segundo dados do TheBostonConsultingGroup, em países como a Argentina, México e Brasil, a Internet já representa entre 2% e 2.5% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo uma pesquisa do Banco Interamericano de Desenvolvimento, se incrementássemos a penetração de banda larga na região em 10%, a média do PIB da América Latina aumentaria em media 3.2% e a produtividade, 2.6%.

Suscríbete para recibir mensualmente las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe and monthly receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber mensalmente as últimas novidades no seu e-mail